Bullying

Fonte: http://veja.abril.com.br/especiais_online/bullying/index.shtml

Bullying é um termo em inglês (bully – “valentão”) utilizado para descrever formas de violência verbais, físicas ou psicológicas, intencionais ou repetitivas praticado por um indivíduo ou um grupo para intimidar o outro individuo incapaz de se defender.

O bullying pode ser dividido em dois tipos: o bullying direto, a forma mais comum entre agressores masculinos; e o bullying indireto, forma mais comum entre as mulheres e crianças, sendo sua característica o isolamento social da vítima obtido por espalhar comentários, recusa em se socializar com a vítima, intimidar outras pessoas que desejam se socializar com a vítima, criticar o modo de vestir ou outros aspectos socialmente significativos como etnia e religião. Além desses meios utilizados pelo agressor, outros também são considerados como agressões como insultar a vítima, ataques físicos, danificar pertences e expressões ameaçadoras.

Por ser um problema mundial, vem ganhando grande espaço em discussões de especialistas em educação e outros profissionais que estão em campanha para diminuir sua incidência nos vários ambientes em que ele acontece ou pode acontecer como escolas, locais de trabalho, em casa, ambientes militares e de política e até mesmo em ambientes públicos.

O que é bullying / bullying nas escolas

fonte: http://www.youtube.com/watch?v=aIjRTYa7UK0

Por desrespeitarem princípios constitucionais como a dignidade da pessoa humana, atos de bullying configuram-se como atos ilícitos. Com isso várias pessoas estão recorrendo à justiça para que atos de bullying sejam ressarcidos de alguma forma. O Código Civil brasileiro determina que todo ato ilícito que cause dano a outra pessoa gera o dever de indenizar. A responsabilidade do ato também pode ser enquadrada no Código de Defesa do Consumidor levando escolas, por exemplo, a também terem responsabilidade sobre o ato tendo em vista que são prestadores de servidos aos consumidores.

No Rio de Janeiro foi sancionada uma lei estadual em 23 de setembro de 2010 obrigando escolas públicas e privadas a notificarem casos de bullying à polícia. Caso a lei seja descumprida, a multa pode chegar a 20 salários mínimos.

Uma pesquisa realizada em 2010 com 5.168 alunos de 25 escolas públicas e particulares revelou que os alunos de 6º e 7º anos são os mais atingidos pelas humilhações do bullying. Desses, 17% estão envolvidos de alguma forma sendo os agressores, ou agredidos, ou os dois. A partir de e-mails ofensivos e difamação em sites de relacionamento como orkut e twitter, o uso de tecnologias de informação e comunicação estão se tornando a forma mais comum de bullying chamado de cyberbullying.

Em março de 2011, um vídeo está circulando na internet virou sucesso pela vingança de um menino que sofria abusos na escola. Devido a esse vídeo, o IBGE informou que no Brasil também acontecem casos de bullying, como no vídeo apresentado, e os dados chegam a ser alarmantes, três em cada dez estudantes no Brasil sofrem de bullying. Confira o vídeo,  mais informações sobre esses novos dados e a história do menino que sofria há anos com o bullying.

Escola em Ceilândia usa arte e informação para combater o bullying

“…na base do bullying está alguma forma de preconceito. São em geral vítimas de bullying aquelas crianças ou adolescentes que carregam alguma marca desvalorizada socialmente: negros, gordos, portadores de certas deficiências ou dificuldades, meninas em alguns contextos, muito pobres, etc.”

Esse trecho faz parte da entrevista da psicóloga Ângela Soligo ao Jornal do Professor. Confira a entrevista na íntegra clicando aqui ou conferindo esse e outros conteúdos na página Conteúdos Multimídia!

 

Na quinta-feira 10/02/2011 foi apresentado no Congresso Nacional um projeto de Lei em combate ao Bullying. O projeto é do Deputado Marcelo Aguiar que, preocupado com as agressões físicas e psicológicas sofridas por diversos estudantes do nosso país, prevê a criação do Programa de Combate ao Bullying Escolar com o objetivo de combater e prevenir a prática dos atos de violência causados pelo Bullying. Preoupação essa também de pais e professores. Leia Mais: http://www.deputadomarceloaguiar.com.br.

Abaixo, confira dois depoimentos de adolescentes que sofreram de bullying e cyberbullying feitos ao programa Altas Horas!

fonte: http://www.youtube.com/watch?v=4Us_X30qEl4 e http://www.youtube.com/watch?v=pkduLIJgks0&feature=related

Atividade sugerida sobre bullying:

Referências:

http://www.brasilescola.com/sociologia/bullying.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bullying

16 pensamentos sobre “Bullying

  1. dani disse:

    nao deveria existir isso as pessoas inventam cada coisa maudosa! quem pratica bulliyng nao tem o que fazer! quem comete isso concerteza nao é feliz!

  2. jose affonso caruano disse:

    estou deveras indignado com a seguinte situaçao – meu neto de 13 anos de idade chega no colegio particular as 7 horas, as 8 horas a direçao telefona que ele agrediu um colega de classe desferindo um soco no nariz provocando sangramento, insignificante, pois foi no nariz do colega.

    entao a responsavel pelo neto o deixou ate o final da aula as 12 horas, dizem que praticou violencia por nao ter logo ido buscar o pimpolho de 13 anos e traze lo para casa, onde poderia passar toda a manha vendo tv ou jogos…

    disse entao – porque nao obrigar ele a fazer taboada de dois ate 9 umas vinte vezes, a resposta da filha que isto é proibido. fazer a criança aprernder taboada é violencia

    fazer copiar folhas do livro de historia do brasil tambem e crime contra a infancia
    essa infancia desvalida de educacao que nao sabe dar a cadeira para uma pessoa mais velha, pois isto nao se usa mais.
    entao vem um tal direitos humanos que se aproveitam dessas situaçoes para auto promocao e promovem sim, a total irresponsabilidade desses meninos mimados, pois estao amparados pelo eca….que se leve a breca… tristes tempos.

  3. Paulo disse:

    Bullyng é um coisa muito feia que da problema para quem sofre

  4. Paulo disse:

    Fazer amigos é o melhor premio! Diga não ao bulying

  5. Carlos Alberto Silva de Souza disse:

    Sou o professor Carlos, moro em Costa Marques/RO. Bullying não é brindadeira, na escola tem que ser intoleravel. Trata-se de uma violência que avilta e destroi o ser humano. Professores, diretores, equipe técnica e servidores escolares tem que estarem atentos. A escola é lugar de construção de cidadania, não podemos permitir que se transforme em um lugar de destruição do ser humano. Sejamos atentos e aguerridos na luta contra esse mal!!!

  6. Diana Strada disse:

    Hoje fiquei muito triste com o que eu vi num programa de tv aqui no Brasil, um menino de 12 anos cometeu suicídio por não aguentar mais ser humilhado pelos seus colegas de sala de aula. Eu gostaria de saber quantas crianças ainda vão ter que sofrer e passar por esse tipo de humilhação na escola, até que os professores, diretores entendam que depois que a criança passou para o lado de dentro do portão da escola eles são responsaveis pela segurança,educação e bem estar do aluno!! Meu filho tem 10 anos e esses dias ele me contou que ele defendeu um colega que foi humilhado porque é gordinho! Para os pais que por um acaso ler o que eu escrevi aqui, cuidem de seus filhos e da ispiritualidade deles, caridade e amor ao seu próximo vem de dentro de casa respeito e educação também, os nossos filhos se espelham em nós pais!!! RESPEITEM AS DIFERENÇAS, PERANTE DEUS SOMOS TODOS IGUAIS!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Flavia Vieira disse:

    Ha muitos anos atras quando eu tinha 5 pra 6 anos eu entrei em um colegio em q eu sofri bullying. Eu ñ lembro se era todos os dias ou quase todos os dias, isso ñ tem diferença. As meninas da minha turma tinham mania de brincar debaixo da mesa da sala de aula, eram varias mesas, mas eu brincava sozinha, sempre. E tinha um menino q na hora em q eu estava brincando debaixo da mesa, ele ia la e ficava me chutando, mas eu ñ chorava. Ate q uma menina veio brincar comigo, eu ate pensei q o menino ñ ia me chutar pq ela estava la comigo, mas pensei errado. O menino me chutou nesse dia, e eu pela primeira vez chorei. A menina ñ viu nada, e eu ate hoje ñ entendo pq ela ñ viu, mas ela falou pra mim ir contar pra professora, e eu fui. Eu falei com a prof, ela perguntou pro menino c ele tinha me batido, e ele disse q ñ. E ela acreditou nele, e nao em mim q estava chorando. E a sensasao q a criança fica é q ela é inutil. E depois quando vc olha p/ tras e ve o q acontceu vc sente vontade de chorar, muito. Obrigada, Bjs.

  8. lorena disse:

    respeite , cuide, e diga não ao bullyng

  9. Caio disse:

    Tenho interesse em publicar através de minha editora uma obra sobre Bullying destinada para alunos da Educação Básica.
    Autores que se interessarem pelo projeto, favor entrar em contato comigo.
    Abraços!

  10. matheus disse:

    eu acho que fazer bullying e errado porque voce deveria tentar fazer amigos e nao prejudicalos por, isso denuncie bulling e crime e e errado!!!!!!.praticando o bullying voce so arruma inimigos e acaba estragando a vida de uma pessoa que poderia ser seu amigo.bullying so prejudica a todos,os agressores tornanse adultos violentos e quem sofre o bullying numca mais esquece isso e sua vida fica marcada para sempre.

  11. matheus disse:

    bulling e errado por isoo nao pratique

  12. matheus disse:

    eu ja sofri de bulling uma vez e nao quero sofrer mais

  13. Karolyne, Haylton e Giovanna disse:

    O bullying é um fato traumatizante, que é praticado geralmente nas escolas, deixando as vitimas traumatizadas, o bulling na minha opnião deve ser considerado um crime,pois as vitimas na maioria das vezes sofrem violencias, e que precisam de um apoio moral.

    Bullying não é brindadeira, na escola tem que ser intoleravel, pois isso é fato terrivel,porque as pessoas sofrem para o resto da vida,e as vitimas ficam traumatizadas e precisam de apoio moral e de ajuda piscologica.

    Bullying é uma brincadeira de mau gosto, pode ferir e machucar a pessoa fisicamente e mentalmente. Todos tem que ajudar quem sofre pois pode traumatizar no futuro e pode deixar rancor e odio na pessoa qu sofreu.Poriso nao devemos fazer isso com as pessoa.

  14. miguel disse:

    Miguel ;;;
    O bullying é a falta de educação de alguns alunos

  15. Juliana, Mayara e Lucas disse:

    O Bullying é uma brincadeira de mau gosto, que pode acabar ofendendo algumas pessoas, até pode deixa-las depressivas e também pode até marcar a infância das crianças e o bullying nunca deveria existir. Juliana.

    O bullying não é brincadeira, machuca e muito, prejudica as crianças nas escolas, até mesmo na sua propria casa. O bullying é intoleravel, na rua ou nas escolas, não importa o lugar, tem que ser proibido, mesmo sendo praticado por crianças, adolecentes ou adultos. O bullying é ou pode ser causados por problemas em sua propria casa, então pode sim ser responsabilidade dos pais dos agressores.Mayara.

    O bullying é uma brincadeira irresponsaveis feitas por adolecentes isso ocorre principalmente nas escolas, as principais brincadeiras são ameaças, agressão fisica ou verbais. O cyberbullying é o bullying feito pelas rede sociais, e são tão prejudiciais como as ameaças fisicas ou verbais, pois todos estaram vendo. Lucas.

  16. gabi medeiros marinho disse:

    ja sofri de bullying na escola , mas ja passou e agora tenho amigos verdadeiros e mi orgulho muito disso. bjbj geo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: